Filtro e Bomba para Piscina – Como Funciona

O filtro para piscina em conjunto com a motobomba, são responsáveis por remover as impurezas do tanque, impedir a proliferação de bactérias, mantendo a água sempre limpa e cristalina. São itens indispensáveis e obrigatórios para qualquer piscina, pois a água precisa estar sempre em movimento para ser oxigenada.

Filtragem (como funciona)

  1. Tudo começa pela motobomba, que suga a água por meio dos dispositivos de aspiração da piscina;
  2. A água vai para o interior do filtro, onde a areia retém a sujeira;
  3. Por meio dos dispositivos de retorno, a água já limpa e totalmente sem impurezas retorna ao tanque.

Como São Escolhidos

Existem filtros e bombas de diversos tamanhos e modelos, o fator crucial que decidirá o filtro e a bomba ideais para sua piscina, é o volume do tanque. De acordo com o volume em m³, é escolhido o tamanho do filtro e a potencia correta da motobomba.

Outros fatores que devem ser levados em consideração é a frequência de uso da piscina, número de usuários, se a piscina é residencial ou comercial e clima da região; todos esses fatores devem ser analisados por um especialista, que decidirá o equipamento ideal para seu tanque.

É muito importante selecionar o modelo ideal para seu tanque, pois um tamanho de menor capacidade, necessitará de mais horas de filtragem e consequentemente mais gastos de energia elétrica, além do rápido desgaste do equipamento. A escolha de um mais potente do que o ideal, também é inútil, pois o preço de aquisição será maior e também consumirá mais energia elétrica do que o necessário.

Funções do filtro

Através da válvula seletora é possível escolher a função para o filtro executar, as opções são:

  • Filtrar: é a posição usada para fazer a limpeza da água da piscina, fazendo a sujeira ficar retida na areia do filtro.
  • Lavar (Retrolavar): é usada para lavar a areia do filtro, a água remove a sujeira retida na areia e envia para o esgoto. Com o passar do tempo a areia vai se saturando e perde a capacidade de limpeza, tornando necessário fazer a retrolavagem.
  • Pré-filtrar: função realizada imediatamente após a retrolavagem, dura apenas alguns segundos. Compacta novamente a areia para a próxima filtragem.
  • Recircular: faz a água circular com o objetivo de misturar os produtos químicos na água de forma homogênea.
  • Drenar: função usada para esvaziar a piscina. Também usada para aspirar a piscina quando a sujeira depositada no fundo estiver em excesso.
  • Fechar: usada quando a piscina ficar inativa por algum tempo; seja para manutenção ou teste de algum equipamento.

Mais detalhes

  • Filtração: a filtração deve ser feita diariamente, de preferência em horários que ninguém esteja usando a piscina. O tempo de recirculação pode variar de 2 a 12 horas, dependendo do tamanho da piscina, da frequência de uso, e se é residencial ou comercial.
  • Instalação: A casa de máquinas (local que abriga o filtro e a motobomba) é instalada o mais próximo possível da piscina para um melhor rendimento; a tubulação e dimensionamento seguem a norma NBR 10339 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). O ambiente da casa de máquinas deve ser coberto, seco e com iluminação.
  • Manutenção: Toda semana a areia do filtro deve ser lavada, para isso basta colocar a válvula seletora do filtro na posição pré-filtrar. É necessário também trocar a areia a cada dois anos para manter o rendimento do equipamento sempre excelente.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.