Piscina com Spa Acoplada: Como funciona e dicas

A Spa também pode ser construída acoplada a piscina! Proporciona melhora na qualidade de vida, com momentos de relaxamento e bem-estar. Banhos de imersão e tratamentos terapêuticos trabalham na revitalização do corpo e da mente. Resumindo de forma simples: o importante é relaxar.

  • Construção: Fabricadas com acrílico, fibra de vidro (gel coat), concreto armado ou alvenaria (os dois últimos podem ser construídos junto com a piscina). Para os revestimentos internos e externos podem ser aplicados os mesmos usados na piscina. O local da instalação deve ter capacidade para suportar o peso total do componente (peso da estrutura, água, e pessoas).
  • Impermeabilização: deve ser feita nas pares e ao redor do buraco, pois a Spa é embutida no chão.
  • Infraestrutura do local: a Spa necessita de entrada e saída de agua, instalação elétrica, e o uso do dispositivo DR (dispositivo de proteção elétrica) é obrigatório.
  • Tamanho e formatos: um modelo para três pessoa necessita de no mínimo 2 m², enquanto um modelo para seis pessoas deve ter no mínimo 4 m².
  • Espaço para circulação: deve-se deixar um espaço ao redor para facilitar o acesso dos usuários.
  • Água da Spa: não precisa ser trocada a cada utilização, basta adicionar a Spa um sistema de filtragem de água e realizar o tratamento químico.
  • Dica importante, sistemas independentes: é indicado que a água, o filtro e sistema de aquecimento, sejam exclusivos da Spa, ficando independentes da piscina. Assim é possível aquecer muito mais rápido a água, e utilizar sais de banho ou espumas, sem prejudicar o funcionamento da piscina principal.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.