Fogão Cooktop: tipos, diferenças entre eles, e prós e contras de cada um

Conheça os três tipos de fogão cooktop (a gás, elétrico, e de indução), as diferenças entre eles, e os pontos positivos e negativos.

O cooktop é o tipo de fogão cada vez mais procurado nas lojas de eletrodomésticos.

Isso porque este produto é funcional e pode trazer mais elegância para a sua cozinha.

Apesar de ter se tornado mais conhecido nos últimos anos, a tecnologia usada na fabricação dos cooktops não é tão novidade.

A primeira patente de um modelo de fogão elétrico foi registrada em 1800. Já o aparelho que cozinha por indução foi registrado pela primeira vez em 1900.

Os primeiros modelos de cooktop foram fabricados pela KitchenAid em 1986. Atualmente, é possível encontrar cooktops de várias marcas e modelos.

Neste artigo, você vai conhecer outras curiosidades da história do cooktop e saber quais são as principais diferenças deste tipo de fogão para os modelos convencionais. Vamos lá?

Como surgiu e quem inventou o fogão?

O cooktop é um tipo de fogão instalado em bancadas. Para conhecer a história da criação deste produto, precisamos falar primeiro da invenção do fogão.

Antes da criação do fogão, as pessoas cozinhavam os alimentos em estruturas mais simples. Muitas vezes, em fogareiros.

Mas a fumaça produzida pela queima da lenha atrapalhava o preparo das refeições nessas condições.

Na década de 1790, Benjamin Thompson teve a ideia de trazer o fogo que era feito em céu aberto para uma estrutura fechada em formato quadrado, parecida com uma caixa.

Para completar a sua invenção, Thompson criou panelas e frigideiras que eram usadas no preparo das refeições.

Algum tempo depois, em 1826, James Sharp inventou o primeiro fogão a gás, tal como usamos até hoje. A criação era para uso próprio de Sharp e sua família.

A invenção foi patenteada por Sharp, que passou a produzir o equipamento em maior escala dez anos depois.

Apesar de ser uma grande inovação para a época, somente com a ajuda do chef de cozinha Alexis Benoist Soyer o fogão a gás se tornou popular na Inglaterra.

Para Soyer, o fogão a gás era um grande invento porque não produzia fumaça, era mais econômico e fácil de limpar.

Já durante o século 19, diversos fabricantes apostaram em comerciais para atrair a atenção das pessoas para os fogões.

Na década de 1930, a chegada da eletricidade nas cidades americanas permitiu que fossem criados os fogões elétricos.

O design dos fogões foi mudando com o passar do tempo. Até que foram criados os fogões de bancada, conhecidos popularmente como cooktops.

Quais são as diferenças entre um fogão convencional e um cooktop?

Com as moradias cada vez menores nas grandes cidades, muitas pessoas buscam eletrodomésticos funcionais, mas que ocupem menos espaço.

Essa é a principal vantagem de um cooktop. Como não possui forno, este modelo de fogão é ideal para cozinhas pequenas.

++ Como organizar uma cozinha pequena

Os cooktops são projetados para serem instalados em bancadas de pedra. Então, este eletrodoméstico ocupa apenas o tampo de um armário, o que otimiza espaços menores.

Isso significa que os cooktops são ideais para quem possui pouco espaço.

O design dos cooktops também atrai pessoas que estão montando cozinhas planejadas. Isso porque este equipamento é facilmente instalado em balcões.

Quais são os tipos de cooktops?

Existem diferentes modelos de cooktop. O design e a quantidade de bocas varia de acordo com o fabricante.

É importante que você considere a sua necessidade de uso de um fogão na hora de escolher o melhor cooktop.

Você encontra modelos com 1 ou até 6 bocas. As opções com menor quantidade são indicadas para pessoas que moram sozinhas.

Já os cooktops com 5 ou 6 bocas atendem bem famílias grandes.

Além do design e da quantidade de bocas disponíveis, a tecnologia também é algo que diferencia os modelos de cooktops.

Cooktop a gás

Cooktop a Gás Electrolux (Foto: Divulgação/Electrolux)

Este tipo de cooktop funciona como os modelos de fogão tradicionais. É preciso utilizar a entrada de gás encanado ou de botijão.

Essa opção é ideal para quem está acostumado com os fogões a gás. Você pode usar qualquer tipo de panela neste tipo de cooktop.

Uma desvantagem deste modelo é que ele é um pouco difícil de limpar dependendo do tipo de refeição preparada.

Cooktop elétrico

Cooktop Elétrico Fischer 4Q Mesa Vitrocerâmica (Foto: Divulgação/Fischer)

Os cooktops elétricos precisam de uma tomada próxima ao local onde será instalado o cooktop. Então, dispensa a instalação de saída de gás.

A base do cooktop é de vidro e ele não produz chamas. Também não possui grades ou botões queimadores.

As bocas de um cooktop elétrico costumam ficar vermelhas quando ligadas. As panelas são aquecidas em contato com elas.

Um ponto negativo é que as bocas de um cooktop elétrico demoram para esfriar. Isso quer dizer que a comida continua cozinhando mesmo após desligar o cooktop.

Então, é preciso ter cuidado para não queimar a refeição. Para evitar esse problema, é melhor retirar a panela da boca do cooktop depois que a comida estiver pronta.

Outra desvantagem é que o cooktop elétrico somente pode ser usado com tipos específicos de panelas. Isso quer dizer que você terá que olhar com atenção as informações do fabricante.

Além disso, o cooktop elétrico consome mais energia elétrica. Então, se prepare para um aumento na sua conta.

Cooktop de indução

Cooktop Portátil de Indução Brastemp (Foto: Divulgação/Brastemp)

Este tipo de cooktop é o que apresenta tecnologia mais moderna. Por esse motivo, são os modelos mais caros.

Também é preciso ter tomada por perto para que o cooktop de indução funcione. A energia elétrica passa por uma bobina que gera um campo eletromagnético.

É este campo eletromagnético que produz calor e aquece as panelas.

Mas não são todas as pessoas que podem utilizar um cooktop de indução. 

Vários modelos apresentam o aviso de que pessoas com marca-passo e outros equipamentos médicos não devem utilizar o cooktop de indução.

Porque o campo eletromagnético produzido pela tecnologia que faz o cooktop funcionar pode afetar os dispositivos de saúde.

Então, é melhor consultar um médico cardiologista e o fabricante do modelo escolhido antes de comprar um cooktop de indução.

Existem opções de cooktop de indução para embutir em móveis planejados ou de mesa. Esses últimos podem ser usados apoiados em uma mesa ou bancada, o que dispensa a instalação.

Assim como o cooktop elétrico, esse modelo não aceita todo tipo de panela. Então, leia as indicações do fabricante antes do primeiro uso.

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.