Rede de esgotos (Rede condominial, Fossa séptica, poço sumidouro)

Hoje aprenda sobre redes de coleta de esgoto, rede de esgoto tradicional e condominial, reciclagem e a natureza. Esse é o episódio #29 da série Mãos à Obra, sobre como construir uma casa.

Hoje falamos sobre a importância de cuidar da natureza, as redes de esgoto em cidades grandes e pequenas. Como cuidar da reciclagem da obra, o entulho da obra, e reciclagem no seu dia-a-dia. E muito sobre a rede condominial de esgoto; fossa séptica; poço sumidouro; poço de visita; montagem e instalação de uma rede em sistema condominial. E também como a comunidade deve pedir a construção de uma rede de esgoto para a companhia de água e esgoto.

Confira os vídeos:

Rede condominial de esgotos (parte 1):

Rede condominial de esgotos (parte 2):

Devemos cuidar da natureza

Tem gente que acha que pode jogar o esgoto e o lixo em qualquer lugar, mas é justamente o contrário. Tudo que fazemos para o ambiente volta para nos mesmo, pois a água é uma só, o ar um só. Daí a importância de cuidar da natureza. Em muitos lugares vemos lixo jogado na rua, esgoto a céu aberto, rio cheio de espuma, assim não dá pra ter saúde.

E a população muito numerosa de algumas cidades não é desculpa para a poluição das grandes cidades, a exemplo da França, que possui cidades com muito habitantes e mesmo assim mantem seus rios limpos e puros, livres de poluição. Portanto, todos nós devemos tomar cuidado, principalmente com a água.

Redes de esgotos, coleta de lixo e água

Cidades do interior

Em algumas pequenas cidades do interior, era comum só se usar água do poço. Os moradores construíam um poço em um lugar longe da fossa e mais alto do que ela.

Cidades grandes

Rede coletora pública de esgotos

Rede coletora pública de esgotos

Em cidades grandes não é possível fazer isso, pois os terrenos são menores, e ainda corre-se o risco do lençol de água que esta embaixo da terra estar contaminado.

Além disso, existem as empresas de abastecimento, que coletam água nos mananciais fora da cidade, fazem o tratamento e distribuem a água para as casas. Essas empresas também recolhem os esgotos e levam até uma estação de tratamento e somente depois de tratada é que a água é jogada no mar ou no rio. Na cidade grande é impossível viver sem rede de esgoto.

Importante

Lembre-se sempre: Não compre terreno onde não tenha rede de esgoto, coleta de lixo e água.

Reciclagem é fundamental

Ajude na reciclagem!

Ajude na reciclagem!

Recolher e cuidar do lixo, hoje é uma questão de sobrevivência. Uma grande cidade como São Paulo produz 12 mil toneladas de lixo por dia. Com isso nos lembramos da importância da reciclagem. Como exemplo, existem usinas de lixo da prefeitura que usam o lixo para fazer adubo para plantação, eles fazem reciclagem, separam os diversos tipos de lixo e mandam para as fábricas o que pode ser usado ainda como matéria prima, fazem adubo e aproveitam tudo que é possível.

No seu dia-a-dia é importante separar os materiais recicláveis do seu lixo, e doar para os moradores de rua que ganham alguns trocados com reciclagem, além de ajudar a natureza, estará ajudando um ser humano que passa por muitas necessidades.

Entulho de construção

Caçamba com Entulho de Construção

Entulho da Obra

Grande parte da poluição das cidades vem de restos de construção. É muito desperdício, tem gente que afirma que ¼ de tudo que entra na obra sai como entulho. Algumas pessoas descarregam em qualquer lugar, um monte de material usado; tijolos quebrados; latas de tinta; restos de construção; etc., não pensam nas outras pessoas que precisam de uma cidade limpa. Por isso é importante construir direito, não apenas porque a casa fica melhor e mais barata, mas também porque é melhor para os outros e para o meio ambiente. Além do mais, com o entulho você paga o material duas vezes, uma quando compra e outra quando paga o carreto para tirar o entulho da obra. Fazendo tudo bem planejado não há problema.

Rede de esgotos

A rede de esgotos é para coletar a água que vem da bacia sanitária e as águas servidas, da pia; dos tanques e dos lavatórios.

Como agir em locais sem rede de esgoto

Infelizmente existem muitos lugares no Brasil que não tem rede de esgoto. Nesse caso deve-se fazer como em alguns lugares do interior, tem que construir a fossa em um lugar mais baixo e longe de poço d’agua, e construir a fossa séptica junto com o poço sumidouro.

Fossa séptica

Fossa séptica e Poço sumidouro

Fossa séptica e Poço sumidouro

Existem organismos que provocam doenças, mas na fossa tem algumas bactérias que vão transformando o esgoto em um material menos poluente. O líquido da fossa vai passando pelo poço sumidouro, se infiltrando no terreno, e dali some. Por isso que a fossa tem um poço sumidouro perto dela. As fossas são para receber apenas os materiais das bacias sanitárias.

Poço sumidouro

As águas das pias, dos lavatórios e dos tanques, devem ir direto para o poço sumidouro. Pois a água desses locais tem muito desinfetante e detergente, se esses produtos químicos forem para a fossa séptica, eles matam as bactérias e o esgoto deixa de ser transformado.

Pedir a construção de uma rede de esgoto

Fossa só funciona no interior que tem muito espaço e pouca gente, agora não cidades não é possível. Porém infelizmente tem muitas cidades com ruas sem redes de esgoto. Nesse caso a solução está nas pessoas, na própria comunidade, o jeito é reunir os vizinhos e pedir a construção de um ramal da rede de esgoto na companhia de água e esgoto. Na maioria dos casos essas companhias atendem os casos sem nenhum problema. Porém existem alguns lugares que a companhia não tem condições de construir uma rede de esgoto. Então a comunidade tem que se organizar para tentar viabilizar a rede de esgoto. É importante fazer uma lista com todos os moradores da rua e tentar fazer com que todo mundo participe, senão não vai para frente. E então ir até a concessionária pedir a instalação da rede, a partir desse momento a concessionária junto com os moradores elabora o projeto especial e indica um técnico para determinar o custo do projeto.

Rede em sistema condominial

Rede em sistema condominial é uma rede construída em sistema de condomínio, é muito mais simples, podem ser construídas nos terrenos das próprias casas ou nas calçadas, pois são menores. Sistema condominial é a solução exata para comunidade carente, onde não é possível instalar um sistema convencional. Como esse sistema não precisa de equipamentos pesados e de máquinas, os próprios moradores podem trabalhar na instalação, claro sempre orientados pela companhia de água e esgoto. Esse sistema já foi usado no Brasil inteiro, e sempre com muito sucesso. E como esse sistema não fica embaixo de trafego pesado (caminhões, carros, ônibus, etc.) ele pode ser construído com uma vala mais rasa, ou seja, tudo mais simples.

Os materiais usados para construção da rede condominial são diferentes dos da rede comum. Existe uma linha especial de produtos de PVC para construção dessas redes mais simples; são tubos de 100 mm, junta elástica, anéis de borracha e o TIL, que substitui os poços de visita.

Poços de visita

Poços de visita geralmente ficam nos cruzamentos de rua, com tampo redondo de ferro. Eles são na verdade cruzamentos da de ramais da rede de esgoto, e são usados para fazer desentupimentos, manutenções, etc.

No caso da rede condominial ele é substituído pelo TIL, que é bem mais barato e mais fácil de instalar, pois o material é muito mais liso, leve, e a infiltração é zero.

Montagem da rede condominial

Til para rede condominial de esgoto

Til para rede condominial

Os tubos de PVC são fornecidos em barras de 6 metros e é muito fácil de transportar, a montagem é feita com anéis de borracha, que são juntas elásticas plásticas que evitam vazamentos. A instalação dos tubos e das curvas é feita com o encaixe dos tubos nas bolsas, que é a parte mais larga do tubo. Primeiro é preciso limpar bem as peças que vão ser ligadas e então se coloca o anel de borracha, posteriormente aplica-se uma pasta lubrificante no anel e na ponta do tubo, é só encaixar o tubo até o final da bolsa e recuar um centímetro.

O til é fornecido com a saída aberta, e três entradas fechadas. De acordo com a posição na rede, é só abrir as entradas desejadas serrando as pontas. Na parte de cima do til instala-se um tubo de inspeção que vai até a altura do terreno, onde recebe um tampão especial.

Limpeza do sistema

A limpeza do sistema do sistema é feita com um jato d’água, e deve ser executada pela companhia de água e esgoto com equipamento adequado.

Informação: Olá amigo(a)! Este é um artigo informativo; não damos informações específicas sobre construção de casas. Em caso de dúvidas procure um profissional especializado. Abraços! Equipe casabemfeita.com.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>