Esquadrias: Portas

Dicas, compras, explicações sobre esquadrias, portas, e janelas, esse é o episódio #20Esquadrias – Portas, da série sobre construção de casas. No artigo de hoje são tratados os tópicos: aberturas para a construção; fachada e direção do sol; proteção para portas e janelas; ambiente iluminado; ventilação da casa; visão das aberturas da casa; tipos de portas; portas de madeira; portas metálicas; cuidados ao comprar portas de madeira; porta principal; porta interna; betentes; guarnições e instalação. Confira os vídeos:

Esquadrias Portas (parte 1)


Esquadrias Portas (parte 2)

Esquadrias Portas (parte 3)

Aberturas para a construção

Toda casa, toda construção, tem pelo menos uma abertura. Atualmente existe uma variedade imensa de aberturas para as construções. Nas construções modernas, as aberturas são planejadas para dar o máximo de conforto e proteção para os moradores da casa.

Fachada e direção do Sol

É muito importante pensar nas quantidades de horas que o Sol entra em casa. É preciso observar o caminho do Sol pra fazer o projeto da casa. Aqui no Brasil ele faz um caminho levemente inclinado para o norte. E quanto mais pro sul do país, maior a inclinação. Por isso a melhor fachada que tem é voltada para o norte, é a mais ensolarada. E a inclinação do Sol diminui no verão. Então outra vantagem é que entra menos Sol no verão. A fachada sul é sempre a menos indicada. Na época de chuva é a que tem mais problemas de umidade e bolor. No norte do Brasil, se a inclinação do sul é pequena, a fachada norte pega pouco Sol, então se pode fazer a fachada para leste, pegando o Sol da manhã, ou para oeste pegando o Sol da tarde. O sol da manhã é melhor, o da tarde é muito quente. Dependendo da região, pode-se também colocar a fachada em outras direções, mas sempre pensando no caminho do Sol pra conseguir uma boa insolação.

Proteção para portas e janelas

Depois que o Sol atravessa o vidro, a cortina ou a persiana já não conseguem controlar bem a insolação, principalmente o calor. O melhor é barrar o Sol antes que ele atinja a janela e a porta, com qualquer tipo de quebra-sol. O quebra-sol mais simples é o beiral, que protege janelas, portas e também as paredes contra o sol e a chuva. Sobre as aberturas também se pode fazer também um quebra-sol de alvenaria e concreto, colocando a porta e a janela o mais fundo possível. Assim a parede ajuda a proteger ainda mais. Outra solução é colocar só uma cobertura de proteção. Se a casa já está pronta, uma solução para conter o excesso de Sol é o toldo, custa mais que a cortina, mas o resultado é muito melhor.

Ambiente iluminado

Pra ter um ambiente bem iluminado, o ideal seria ter uma abertura de 1/6 da área do ambiente. Se você tem um quarto de 3 x 4 m, você tem uma área total de 12 m². Então você tem que colocar uma janela de 2 m², que é equivalente a 1/6 da área total do quarto. O ideal é comprar a maior janela possível. Existem janelas com elementos fixos, e se esses elementos forem como uma veneziana, que não deixa passar a luz, a superfície de iluminação fica bem menor do que você imaginou. Não compensa comprar uma janela pequena e barata pra economizar, porque depois o gasto de energia elétrica será maior. E pra melhorar ainda mais a iluminação, você pode pintar as paredes e o peitoril da janela com cores claras, porque reflete a luz do dia e sua casa ficará mais iluminada. Se você quiser regular a iluminação, é só colocar cortinas nas janelas, e no caso dos quartos, venezianas.

Ventilação da casa

A ventilação é muito importante para o conforto para controlar a temperatura de dentro da casa, principalmente na sala e nos quartos. Às vezes é até conveniente criar uma ventilação cruzada, com duas aberturas em paredes opostas pra formar mesmo uma corrente de ar e ventilar o ambiente. E tem que fazer esse controle também nos dormitórios, porque se a região for quente, precisa de muita ventilação. Ou então mais no verão e menos no inverno, ou mais durante o dia e menos a noite. Economizar no número e nos tamanhos das aberturas da casa é a pior economia que você pode fazer. Você precisa ter condições de aumentar e diminuir a ventilação natural de acordo com o que você precisar. De manhã é bom ventilar bem os quartos quando se vai varrer ou arrumar. Depois é melhor fechar um pouco pra não sujar, e a noite o suficiente para poder dormir.

Visão das aberturas da casa

É importante também a visão das aberturas da casa, principalmente das janelas, de dentro pra fora e de fora pra dentro. Para controlar isso, principalmente nos quartos e nos banheiros, existem muitas maneiras: venezianas nos quartos, cortina na sala, o vidro fosco no banheiro, e se houver um recuo de 4 ou 5 m da janela que dá pra rua, dá pra construir um muro alto ou plantar uma cerca viva. Na questão da segurança, com as portas é mais fácil, mas nas janelas às vezes as grades são feias e estragam a casa. Mas hoje já existem esquadrias em que o espaço do vidro é dividido em partes com largura de até 15 cm. Assim é como se a grade já fizesse parte do caixilho da janela, o que dá mais segurança.

Tipos de portas

A porta tem que ser forte, segura e de um bom tamanho pra não ter problema na hora de passar os móveis. Antes de finalizar o projeto, você tem que conhecer os vários tipos de portas, e depois escolher. A porta tem uma parte fixada na parede chamada batente, onde a folha da porta é presa com dobradiças. Existem as portas de correr com trilho, inferior e superior, mas pra começar o mais importante é conhecer as portas pelos materiais de que são feitas.

Existem portas de madeira e de metal.

As portas de madeira podem ser maciças, almofadadas ou de madeira compensada:

  • Portas maciças
    As maciças são feitas de peças de madeira de 10 cm de largura e 4 cm de espessura, encaixadas uma na outra, unidas por uma peça transversal chamada espiga. Em alguns lugares são chamadas de portas mexicanas, ou macho-fêmea. São muito resistentes e duráveis, de muita qualidade.
  • Portas almofadadas
    As almofadadas são feitas de peças de madeira trabalhada, as almofadas presas em requadro de madeira maciça. O preço pode ser bem alto dependendo da qualidade das almofadas e da madeira utilizada. São as portas de entrada preferidas pela maioria das pessoas.
  • Portas compensadas
    As portas de madeira mais em conta são as compensadas. São portas feitas com requadro de madeira maciça com duas placas de madeira compensada. O miolo pode ser feito de várias formas, com uma estrutura de papelão tipo colméia, sarrafos colocados um ao lado do outro, com raspas de madeira coladas entre si. Essas portas podem ser de grande qualidade, principalmente quando são fabricadas com compensado naval, que é feito com cola a prova d’água.

Cuidados a serem tomados

Porta de madeira se não for de boa qualidade estraga logo. Quando for comprar qualquer peça de madeira, tem que prestar muita atenção com defeitos como empenamentos, descolamentos, rachaduras e principalmente verificar se não tem cupim.

Portas metálicas

As portas metálicas são feitas com cantoneiras, onde se encaixam os vidros. Elas também podem ser feitas em duas folhas de correr, pra vidro e venezianas. E tem as de veneziana fixa, pra ventilação permanente. Todos esses tipos podem ser de alumínio ou de ferro. As de alumínio têm uma vantagem: elas não sofrem corrosão como as de aço, não precisa pintar. Além de alumínio natural, elas podem ser feitas em alumínio anodizado, fosco, brilhante, cor de bronze ou preto. E as portas também são vendidas em varias cores e em várias dimensões.

Dimensões da porta

Existe um catálogo com uma tabela contendo as dimensões da porta, facilitando na hora da compra. Você pode escolher a porta pela largura útil, ou seja, o espaço livre que ela deixa pra passar. A tabela mostra pra cada largura útil, a largura da folha da porta, o vão e a altura que ela vai ocupar depois de colocada na parede, pra não acontecer de colocar uma porta que não passa nem a mudança, principalmente a porta da entrada.

Porta principal

A porta principal é o cartão de visitas, por onde entra os amigos, os convidados, etc. Ela pode ser feita de madeira, ferro ou alumínio, mas tem que ter 92 cm. E precisa ter alguma coisa pra poder ver quem está do outro lado.

Portas internas

Já as portas internas, como a porta da cozinha para a sala pode ser um pouco menor como, por exemplo, 82 cm. Nos quartos é comum usar portas maciças ou compensadas, de 82 cm ou de 72 cm. Nos banheiros, de 72 cm ou até de 62 cm.

Batentes

As portas giram nos pinos das dobradiças fixadas nos batentes. Os batentes é que são fixados nas paredes durante a construção. Os batentes de madeira em geral têm 3,5 cm de espessura, com um rebaixo de um dos lados para a fixação da folha.

Guarnições

Para dar o acabamento na junta entre o batente e a alvenaria são usadas as guarnições. Os batentes de metal são feitos com chapas dobradas de aço ou de perfis de alumínio. Os detalhes variam de acordo com o fabricante, mas geralmente eles têm um encaixe para a porta e detalhes para o acabamento.

Instalações

Antigamente, se colocava o batente no início com uns pregões e iam subindo as paredes de modo que os pregos funcionavam como elementos de fixação. Hoje o costume é deixar o vão na parede e fixar os batentes com buchas e parafusos. Tem gente que prefere colocar os batentes o mais tarde possível. Aí é preciso colocar contramarcos na alvenaria. Contramarcos são peças de alumínio, madeira ou concreto, fixadas na parede para garantir as medidas do vão, e o batente é colocado no contramarco. Hoje em dia o mais indicado é a colocação do batente direto na alvenaria. Ou deixar o vão bem acabado pra fixar a esquadria com bucha e parafuso. Usando os blocos de 10, é só deixar um vão com 1,5 cm a mais do que o batente de cada lado. Nesse espaço depois será aplicada a argamassa de revestimento. Desse jeito, quando colocar as buchas, elas vão ficar muito mais firmes, garantindo a fixação dos parafusos, evitando problemas para o futuro. Você pode colocar uma bucha pra cada dobradiça mais ou menos da mesma altura de acordo com o número de dobradiças. Em uma porta de 210 cm de altura, geralmente são 3 dobradiças.

Informação: Olá amigo(a)! Este é um artigo informativo, em caso de dúvidas procure um profissional especializado. Abraços! Equipe casabemfeita.com.

Recomendado para Você

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ +